sexta-feira, 28 de abril de 2023

Jornal de Letras, Artes e Ideias

 

 



Ano XLIII, Nº 1371, de 19 de abril a 2 de maio de 2023



Neste número:
Cinema português em foco - Novos filmes e IndieLisboa
Processo Revolution em curso - Celebrar o 25 de abril no teatro

E ainda...
Carlos Reis - As novas ‘censuras’ literárias
Liberto Cruz - A ‘colheita’ poética toda

👉 Disponível na Biblioteca para consulta



quinta-feira, 27 de abril de 2023

Simonetta Vespucci, la stella senza pari

 





Ficou imortalizada na pintura com Sandro Botticelli.
Foi eleita a "Rainha da Beleza" de Florença. Lorenzo di Medici, o Magnífico, dedicou-lhe um soneto (“O chiara stella che co’ raggi tuoi…”) e o seu irmão Giuliano apaixonou-se loucamente por ela. 
Morreu de tuberculose aos 23 anos.


Livr’ à mão | Contos selecionados

 



No passado dia 24 de abril, os alunos do 12º F estiveram a consultar coleção da Biblioteca para selecionar livros de contos e elaborar uma coletânea da turma com recurso à ferramenta digital Wakelet.

Partilhamos aqui as suas sugestões de leitura.

Todos os livros apresentados podem ser requisitados para consulta domiciliária.




Boas leituras!


quarta-feira, 26 de abril de 2023

Conferência | O vampiro de Botticelli

 














O que há de comum entre Simoneta Vespucci e Marilyn Monroe?

Qual é a verdadeira história da musa de Sandro Botticelli?

Estas e outras questões serão esclarecidas na conferência O vampiro de Botticelli, pelo professor Álvaro Pinto.

Iniciativa conjunta do Departamento de Línguas Românicas e Clássicas (Projeto Língua portuguesa - uma língua de encontros na terra e no mar) e do Grupo disciplinar de História.





Guia para a Prevenção e Combate à Discriminação Racial nas Escolas

 

















O presente Guia pretende apoiar as escolas e as suas e os seus profissionais na definição de estratégias específicas e na identificação de práticas de prevenção e combate à discriminação racial nos vários espaços e tempos da vida escolar, reconhecendo a instituição escolar e as suas e os seus profissionais como verdadeiros agentes de mudança social. É dirigido não apenas às Direções dos estabelecimentos de ensino, mas também a todos/as os/as profissionais que o incluem, reconhecendo o valor e o poder de cada um/a para apoiar, intervir e transformar a sua prática.

O Guia expõe elementos que enquadram a temática do racismo e da discriminação racial e a sua aplicação aos contextos educativos, apresentando, igualmente, pistas práticas para reconhecer, prevenir e agir perante comportamentos e processos discriminatórios nos mesmos contextos. A abordagem proposta deve ser integrada na estratégia da escola, que inclui outras dimensões igualmente importantes, como a promoção e valorização da interculturalidade, da igualdade de género e da prevenção e do combate a outras formas de discriminação.

Este documento foi realizado após a auscultação de profissionais, docentes e não docentes, e representantes de diferentes comunidades imigrantes e de minorias étnicas, bem como de alunos e alunas de diferentes ciclos de ensino através do projeto ComParte da Fundação Maria Rosa6.

Muitas das recomendações apresentadas ao longo do Guia partem de situações reais.

Edição: Alto Comissariado para as Migrações, I.P.
Dezembro de 2022




Plano 21|23 Escola+ - Acompanhamento e Monitorização

 




























Plano 21|23 Escola+ - Acompanhamento e Monitorização

No âmbito da monitorização do Plano 21|23 Escola+, Plano de Recuperação das Aprendizagens (PRA), foi disponibilizada uma ferramenta de consulta online. Esta nova funcionalidade, acessível num separador da página eletrónica do Plano 21|23 Escola+, reúne todos os dados relativos à monitorização das ações específicas. Salienta-se a possibilidade de: consultar uma seleção de estudos e relatórios de monitorização realizados, ou em curso; pesquisar o estado de execução das medidas de cada um dos eixos do Plano e cruzar informações relativas à monitorização de cada ação específica com os respetivos roteiros, que apresentam a descrição dos seus objetivos e procedimentos, acompanhados de sugestões de práticas. Esta informação é atualizada periodicamente num trabalho que junta todos os serviços e organismos do Ministério da Educação. O separador, dedicado à Monitorização do Plano 21|23 Escola+, pode ser consultado aqui.

Nesta lógica de periocidade no acompanhamento e monitorização, foi publicado no dia seis de abril p.p, pela Direção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência, o terceiro relatório de monitorização do Plano 21|23 Escola+, que permitiu diagnosticar diversas questões relacionadas com a sua implementação, incluindo as ações que os AE/EnA (Agrupamentos de Escolas/Escolas não Agrupadas) estão a implementar por nível de ensino e ciclo de estudos. As ações específicas identificadas foram agrupadas em três grupos distintos. No primeiro grupo, encontram-se as ações "Escolas a Ler" e "Começar um Ciclo e/ou 1.º Ciclo e Novos Ciclos", que apresentam as maiores taxas de adesão pelos AE/EnA, com uma variação entre 75% e 95%. Nota-se, no entanto, um ligeiro decréscimo de implementação conforme se progride no ciclo de estudos/nível de ensino. No segundo grupo, estão as ações "Constituição de Equipas Educativas", "Aprender Integrando" e "Diário de Escritas", cuja adesão média dos AE/EnA se encontra acima dos 50%, mas inferior ao grupo anterior. Por fim, um terceiro grupo é formado pelas ações "Gestão de Ciclo", "Avançar Recuperando", "Turmas Dinâmicas", "Rastreios Visuais e Auditivos" e "O Quarto Período – Mochila Cultural". Este grupo apresenta percentagens médias de adesão inferiores a 50%, mas destaca-se o facto de a ação "Avançar Recuperando" conhecer um ligeiro aumento de adesão consoante se progride no ciclo de estudos/nível de ensino.

Em suma, este relatório permite ter uma visão mais clara das ações que estão a ser implementadas pelos AE/EnA no âmbito do Plano 21|23 Escola+. Em relação aos dados sobre o conjunto dos níveis de ensino e ciclo de estudos, e quando comparados com o ano letivo anterior, estes demonstram uma clara opção pela continuidade de implementação das ações específicas do Plano 21|23 Escola+, o que sugere que os AE/ENA consideram que existem benefícios na sua implementação para o processo de recuperação das aprendizagens dos alunos.


Versão digital do Dicionário de Língua Portuguesa

 








A Academia das Ciências de Lisboa disponibiliza, na sua página institucional, a versão digital do Dicionário da Língua Portuguesa.
Este instrumento de trabalho, que inclui mais de 100.000 palavras, é um dicionário académico em permanente reformulação e construção, e constitui uma obra de referência para o conhecimento e difusão da língua portuguesa, falada e escrita, nos nossos dias.


terça-feira, 25 de abril de 2023

#nãopodias


#NãoPodias #50anos25deAbril


A Comissão Comemorativa 50 anos do 25 de Abril lançou a Campanha #NãoPodias, uma iniciativa que apela aos mais jovens para que não deem a Liberdade por adquirida.


Algumas das coisas que não podias fazer antes do 25 de abril:






Antes do 25 de abril de 1974, não podias ter uma opinião contrária à do Governo.

 

















Durante a ditadura, existiam inúmeros entraves às reuniões e ajuntamentos.​ As reuniões de natureza política e social tinham de ser autorizadas pelos governos civis, que tinham capacidade de suspender reuniões ou interromper oradores sempre que lhe parecesse que infringiam a legalidade.​ 
A constituição de associações (de caráter político, sindical, cultural, desportivo, recreativas, sociais, etc.) carecia de autorização do Governo, que deveria aprovar os seus estatutos e homologar os corpos gerentes.​ 
Os partidos políticos, então ilegais, agiam na clandestinidade. Só eram toleradas manifestações desportivas e religiosas, ou de apoio ao regime. Muitos protestos acabaram com forte repressão policial, detenções, tortura e deportações.​ 























Durante a ditadura, a Imprensa, o Teatro, o Cinema, a Música, a Literatura e as Artes Plásticas eram alvo de censura.​ ​Os meios de comunicação não eram livres de relatar os acontecimentos. Os cidadãos não eram livres de expressar a sua opinião. Havia discos e livros proibidos. ​ Jornalistas, editores, artistas e escritores foram acusados e detidos. Editoras foram multadas e encerradas.​ 
Os comportamentos eram fortemente vigiados. Vivia-se um clima de medo, que funcionava como poderoso instrumento político de censura, incluindo a autocensura, e de controlo.​ ​ 
O regime criou organizações de enquadramento ideológico, como a Mocidade Portuguesa, a Legião Portuguesa, o Secretariado de Propaganda Nacional (Secretariado Nacional de Informação depois de 1945), a Fundação Nacional para a Alegria no Trabalho e a Obra das Mães pela Educação Nacional.​

Conhecer a história é imprescindível para compreender o presente e para construir o futuro. Não dês a Liberdade como adquirida, participa!


Esta é a madrugada

 



















segunda-feira, 24 de abril de 2023

Jornal de Letras

 


Ano XLIII, Nº 1371, de 19 de abril a 2 de maio de 2023




👉 Disponível na Biblioteca para consulta.


domingo, 23 de abril de 2023

Clube de xadrez e damas

 

 No primeiro dia foi assim...












Pedro Alves (12ºA), Flávio Felix (12º C), António Mourão (12º D) e José Afonso (12º E) estão disponíveis para ensinar xadrez e/ou damas e para um bom desafio.


Quartas-feiras, das 14:00 às 15:00

 

Casa Fernando Pessoa

 

Visita de estudo - Português 12º ano  

20 e 21 de abril

 

 



 

 
 Vídeo da visita
 
 

 

Dia mundial do livro

 

 

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

quinta-feira, 20 de abril de 2023

Workshop | Música e ilustração

 

 

Semana(s) da Leitura RBVR

 
Workshop: Música e Ilustração, com Sónia Borges - algumas imagens
Apoio: Pelouro da Educação

 

 
 
 
 
 

Jornal de Letras, Artes e Ideias


Ano XLIII, Nº 1371. De 19 de abril a 2 de maio de 2023


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 👉Disponível na Biblioteca para consulta.

quarta-feira, 19 de abril de 2023

Feira do Livro 2023



Semana(s) da Leitura | Feira do livro 2023
O Senhor Vereador da Educação, Dr. Alexandre Favaios, e a Dra. Isabel Teixeira foram dois dos visitantes da Feira do Livro.

 

 



 

Os erros de Português

 

 


 

 

 

 

 

 

 

 

Os escritores Luísa Costa Gomes, Manuel Monteiro, Filipe Homem Fonseca e
Afonso Cruz discorrem ao sabor dos dias que passam. Olham de forma crítica e apurada para o que nos rodeia.E para o que nos escapa. Maria Rueff dá vida às palavras. São textos de humor, sátira e reflexão. Crónicas de um país que vai ser obrigado a ver-se ao espelho.

Neste episódio, Maria Rueff lê um texto de Luísa Costa Gomes sobre os erros de português.

 


 

 

 

terça-feira, 18 de abril de 2023

O cinema é o limite

 



"Não gosto que as pessoas saiam de um filme com a ideia de que entenderam tudo" - Sérgio Tréfaut



Pensar sobre a forma como o cinema interpela a História é o nosso desafio para o mês de abril. Está em causa observar as estratégias audiovisuais de representação de memórias do passado e, através deste foco interpretativo, renovar o sentido de participar coletivamente na vida democrática e na cultura.

Assim, neste número de O Cinema é o Limite..., centralizamos a nossa atenção num conjunto de filmes que planeamos para abril, que assumimos como um contributo para comentar textos fílmicos intensamente políticos e transformadores. A obra As Armas e o Povo, do Coletivo de Trabalhadores da Atividade Cinematográfica, é o grande exemplo desta tomada de consciência, ou seja, revela-se enquanto obra que reflete cinematograficamente sobre uma conjuntura política, usando estratégias e ferramentas específicas — a imagem, o som, o argumento, a montagem. Esse é o arco de leitura que propomos para o conjunto de filmes selecionados. Em perspetiva, portanto, focamos o poder da linguagem universal do cinema para abordar a matéria do processo histórico, e também outros territórios mais transversais, como os laços familiares, os sentimentos e os traumas. Mas há muitos outros motivos de interesse neste #1 do nosso magazine, pelo que vos convidamos a explorar as nossas secções escritas, audiovisuais e interativas.

segunda-feira, 17 de abril de 2023

Hope | Cinema animado

 

 

 

 

 

O filme Hope, produzido no Laboratório de Ideias da Camilo, foi selecionado para o Ação09! - Festival de vídeo escolar, categoria melhor filme de animação do 3º Ciclo do Ensino Básico.

O vencedor será conhecido no dia 10 de maio.


domingo, 16 de abril de 2023

Clube de xadrez e damas

 

 

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A partir da próxima quarta-feira, dia 19 de abril, vai passar a funcionar, na Biblioteca, o Clube de Xadrez e Damas.

Aparece das 14:00 às 15:00!

O António Mourão, do 12º D, e o Flávio Félix, do 12º C, estarão lá para um bom desafio ou, se for o caso, para te ensinar como jogar.

 Desafia-te!

 


sábado, 15 de abril de 2023

Inteligência artificial, como vai mudar a nossa vida?


 

 

  Pode ser uma imagem de 1 pessoa e texto que diz "Da Capa à Contracapa A moratória de 6 meses meses na Inteligência Artificial não vai ter tração, mas é importante para o debate. JOÃO CASTRO 3 Renascença FUNDAÇÃO FRANCISCO MANUE OSANTO" 

 




Qual será o impacto da inteligência artificial na nossa vida? Se testou a tecnologia GPT, já percebeu as potencialidades da inteligência artificial (IA) aplicada à vida quotidiana. Mas o debate é muito maior e mais antigo. Os impactos da generalização da IA abrangem largos sectores da sociedade e da economia.

Será que a língua portuguesa tem uma palavra a dizer na discussão?

Ouça o novo episódio com Daniela Braga, fundadora e CEO da Defined Crowd, hoje Defined.ai, e o professor da NovaSBE João Castro.
 
O Da Capa à Contracapa é um programa da Renascença em parceria da Fundação Francisco Manuel dos Santos. 
 
👉 Subscreva o podcast aqui.

Workshop | Música e ilustração

 

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
Como se ilustra uma música?


A ilustradora Sónia Borges vai estar na Biblioteca, na próxima segunda-feira, dia 17 de abril, para orientar dois workshops sobre música e ilustração.


A atividade está inserida na Semana(s) da Leitura da RBVR e conta com o apoio do Pelouro da Educação do Município de Vila Real.

7 dias com os media 2023 | Inteligência artificial

 


#7diascomosmedia