sábado, 31 de maio de 2014

sexta-feira, 30 de maio de 2014

Dia Mundial da Criança | Direitos da Criança | 8º




 
 

 

 
Criança a dormir sob uma rede mosquiteira num campo de deslocados, Paquistão.


Grupo de crianças junto a um aviso de perigo de minas terrestres, Senegal.

 


quinta-feira, 29 de maio de 2014

quarta-feira, 28 de maio de 2014

Dia Mundial da Criança | Direitos da Criança | 6º







 
 
Criança afetada pelo Tsunami do Índico reencontra a sua mãe, Indonésia.


Menina de 12 anos, vítima de abusos sexuais por soldados do exército governamental, Sudão.
 
  


terça-feira, 27 de maio de 2014

Dia Mundial da Criança | Direitos da Criança | 5º

 
 
 
 

 
 
Criança de cinco anos que sofre de paralisia cerebral num jardim de infância
para crianças com deficiência, Tbilisi, República da Geórgia.
 
 
 

segunda-feira, 26 de maio de 2014

Dia Mundial da Criança | Direitos da Criança | 4º



 
 
 

 
 
Crianças órfãs de SIDA que se encontram deslocadas, Uganda.


Mulher nómada da tribo Masai com o seu neto, Quénia.
 


domingo, 25 de maio de 2014

Dia Mundial da Criança | Direitos da Criança | 3º

 
 
 
 

 
 
Criança deslocada espera a sua vez para receber alimentos, Paquistão.
 
Crianças afectadas pelo Tsunami do Índico (2005), Indonésia.
 
 
 

sábado, 24 de maio de 2014

Dia Mundial da Criança | Direitos da Criança | 2º

 
 
 

 
Um bebé num posto de saúde comunitário próximo de Makeni, Serra Leoa
  
Criança ex‐soldado, República Democrática do Congo.

 
 

 

sexta-feira, 23 de maio de 2014

Dia Mundial da Criança | Direitos da Criança | 1º

 
 
 
 

 


  
Crianças de uma comunidade indígena, Vietname.

Após um ano de cativeiro às mãos do Exército de Resistência do Senhor,
esta menina participa num programa de recuperação e reintegração, Uganda.
 
 

Dia Mundial da Criança


 
 
1 de junho
 
 
 

O Dia Mundial da Criança foi celebrado pela primeira no dia 20 de novembro de 1950, data em que foi legalmente aprovada a Declaração Universal dos Direitos da Criança, um documento onde se reúne um conjunto de leis sobre a proteção das crianças.

Com a criação deste dia (celebrado em diferentes dias do ano pelos diferentes signatários), os estados-membros das Nações Unidas reconhecem às crianças, independentemente da raça, cor, sexo, religião e origem nacional ou social, o direito a:

- afeto, amor e compreensão; 

 - alimentação adequada; 

 - cuidados médicos; 

 - educação gratuita; 

 - proteção contra todas as formas de exploração; 

 - crescer num clima de Paz e Fraternidade universais.
 

 
As leis sobre a proteção das crianças têm por base um conjunto de 10 princípios.
 
Nos próximos 10 dias - os dias que nos separam da data de celebração desta efeméride no nosso país: 1 de junho - iremos apresentar esses 10 Princípios.  
 
 
 

 
 

 
 

Blimunda 24


 

 


Maio 2014




A Revista Blimunda, publicação digital da Fundação José Saramago, de periodicidade mensal e acesso livre, já vai no nº 24.
Pode consultá-la aqui.
Num dos seus romances, José Saramago faz a Península Ibérica viajar, como se fosse uma “jangada de pedra”. Nesta edição de maio, a Blimunda convida os seus leitores a empreender viagens para vários sítios: a Lanzarote, para conhecer melhor o livro de fotos de João Francisco Vilhena sobre a ilha de Saramago; a Lisboa, que recebeu mais uma edição do Festival da Máscara Ibérica; ao Brasil de Zuenir Ventura e Luis Fernando Veríssimo e à sua visão sobre o 25 de abril, com passagens pelo universo mágico de João Lizardo ou o assustador cinema de Tobe Hooper.

Saramago na Biblioteca Nacional Digital

 
 
 
 


A Biblioteca Nacional de Portugal é detentora de uma parcela do espólio do autor de Memorial do Convento que procedeu à sua doação em diferentes ocasiões (1994, 1998 e 1999), contando-se, entre os documentos entregues, textos próprios, obras de terceiros, correspondência e o original do diploma do Prémio Nobel da Literatura (1998).
 
A BNP considerou que contribuiria, complementarmente, para a divulgação dos métodos de trabalho de José Saramago através da digitalização dos manuscritos de sua autoria existentes no Arquivo de Cultura Portuguesa Contemporânea. Neste conjunto destaca-se O ano da morte de Ricardo Reis (editado em 1984) quer pela importância do livro no contexto da produção literária saramaguiana, quer porque os materiais preparatórios, incluindo uma agenda de 1983 adaptada ao ano de 1936, permitem analisar a metodologia adoptada na elaboração dos seus romances, bem como as correções e aperfeiçoamentos que introduzia nos dactiloscritos, ao tempo em que ainda utilizava máquina de escrever.
 
São, assim, colocados à disposição de todos os interessados, designadamente os investigadores, os manuscritos de José Saramago que pertencem ao acervo da BNP, contribuindo, deste modo, para os tornar totalmente acessíveis, bem como para aumentar os conteúdos de autores de Língua Portuguesa na Internet.
 
Jorge Couto
Director-Geral da Biblioteca Nacional de Portugal
 
 
 


Início do romance O ano da morte de Ricardo Reis (1983). Dactiloscrito a preto com emendas autógrafas a esferográfica azul e preta. - No canto superior direito da 1.ª folha do texto, uma nota autógrafa, riscada: «Rever, repensar, reescrever».
Disponível em http://purl.pt/13872/1/P7.HTML




Consultar Coleção José Saramago na Biblioteca Nacional Digital, Lisboa