sexta-feira, 7 de maio de 2021

CNL | Cerimónia de entrega de certificados e prémios

 




 

 

 

 




Decorreu, ontem, na Biblioteca, a cerimónia de entrega dos certificados a todos os alunos que participaram na 14ª edição do Concurso Nacional de Leitura, bem como os prémios a quem foram atribuídos os três primeiros lugares nas duas categorias: 3º Ciclo e Secundário. 

Para evitar uma deslocação extra à escola, a cerimónia foi dividida em duas sessões: às 11:30, para os alunos dos 11º e 7º anos; às 16:30, para os alunos do 8º ano. Os alunos que não puderam estar presentes irão receber os certificados posteriormente.

A cerimónia contou com a presença da equipa responsável pela realização da prova a nível de escola - Professoras Adelaide Jordão, Isabel Pires e Rosa Mendes.

A entrega dos certificados e dos prémios esteve a cargo da Senhora Diretora, da parte da manhã, e do Senhor Subdiretor, da parte da tarde.


Mais uma vez, PARABÉNS a todos os participantes!



quarta-feira, 5 de maio de 2021

Workshop de literacia mediática




SEMANA 7 DIAS COM OS MEDIA

Workshop de literacia mediática: "Na pele de jornalistas e editores"
- com Patrícia Posse

Dia 6 de maio | na Biblioteca, às 9:30 e às 14:30






7 Dias com os media | Desafios

 

O PNL2027 e o PÚBLICO na Escola editam juntos o 7 dias com os Media, um jornal interativo multimodal (texto, áudio, vídeo) e desafiam as escolas a escrever sobre alíngua portuguesa.

Partilhamos aqui o nº2 do jornal.


Iniciativa 7 dias com os media








O GILM – Grupo Informal de Literacia Mediática organiza a 9ª edição da iniciativa 7 dias com os media, a ter lugar entre 3 e 9 de maio de 2021, e convida todos a participarem. 

Escolas, associações, bibliotecas, clubes, meios de comunicação social, plataformas digitais, universidades, famílias… são desafiados a criar uma iniciativa (workshop, webinar, vídeo, podcast, ou outra atividade) que tenha como foco os media, os seus usos, a análise crítica e a produção.


Os media em tempos de pandemia, a infodemia e a desinformação, as desigualdades sociais e digitais que se tornaram mais visíveis neste tempo, são alguns dos tópicos que convocamos para esta edição da iniciativa, sem contudo fechar a porta a outros temas.


Anon

(2021). Retrieved 5 May 2021, from http://www.7diascomosmedia.pt/



Floresça, fale, cante, oiça-se e viva

 





Floresça, fale, cante, oiça-se e viva
a portuguesa língua, e já onde for,
senhora vá de si, soberba e altiva!
Se até aqui esteve baixa e sem louvor,
culpa é dos que a mal exercitaram,
esquecimento nosso, e desamor! 

Mas tu farás que os que mal julgaram
e ainda as estranhas línguas mais desejam,
confessem cedo, ante ela, quanto erraram;
e os que depois de nós vierem, vejam
quanto se trabalhou por seu proveito,
porque eles para os outros assim sejam.

Se me enganei, se tive mau respeito,
Andrade, tu o julga. Mas espero
de te ser este meu desejo aceito.

E, enquanto mais não peço, isto só quero.


Fonte
In "Carta a Pêro Andrade Caminha" retirado do livro "Ditosa Pátria Selecta Portuguesa" de Júlio Martins e Manuel da Silva, publicado em 1951.'

in Ciberdúvidas da Língua Portuguesa, https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/outros/antologia/em-louvor-da-lingua-portuguesa/3231 [consultado em 05-05-2021]


💢💢💢💢💢


Em 2014, ano da celebração dos 800 anos da Língua Portuguesa, a Biblioteca Escolar organizou uma exposição bibliográfica com títulos do seu Fundo Museológico - diversos tipos de dicionários (dicionários de sinónimos, etimológicos, prosódicos e ortográficos, bibliográficos, corográficos) e Elucidários de palavras, termos e frases.

Lembramos alguns dos títulos então expostos:

FERREIRA, Pedro Augusto. Diccionario d'Appellidos Portuguezes, Porto: Typographia Mendonça, 1908 LACERDA, D. José Maria D' Almeida e Araújo Corrêa de. Diccionário dos Synonymos da Língua Portugueza, segunda Edição Correta e Augmentada, Lisboa: Escriptorio de Francisco Arthur da Silva, 1860.

ARANHA, Brito (continuação e ampliação). Diccionário Bibliographico Portuguez - Estudos de Innocêncio Francisco da Silva Aplicáveis a Portugal e ao Brazil, Tomo Vigésimo, Lisboa: Imprensa Nacional, 1911

NUNES, José (pref.). Diccionário Chorográphico de Portugal Continental e Insular, de Américo Costa, Porto: Typografia Domingos de Oliveira, 1929

CABRALII, Emanuelis Pinii, et RAMALLI, Josephi Antonii. Magnum Lexicon Novissimum Latinum et Lusitanum, Paris: Ed. Prostat Venale Apud J. P. Aillaud, 1852















sábado, 1 de maio de 2021

Da minha língua vê-se o mar

 







"O orgulho não é um exclusivo dos grandes países, porque ele não tem que ver com a extensão de um território, mas com a extensão da alma que o preencheu. A alma do meu país teve o tamanho do mundo. Estamos celebrando a gesta dos portugueses nos seus descobrimentos. Será decerto a altura de a Europa celebrar também o que deles projectou na extraordinária revolução da sua cultura. Uma língua é o lugar donde se vê o mundo e de ser nela pensamento e sensibilidade. Da minha língua vê-se o mar. Na minha língua ouve-se o seu rumor como na de outros se ouvirá o da floresta ou o silêncio do deserto. Por isso a voz do mar foi em nós a da nossa inquietação. Assim o apelo que vinha dele foi o apelo que ia de nós. E foi nessa consubstanciação que um novo espírito se formou, como foi outro o espírito da Europa inteira na reconversão total das suas evidências."

Fonte: «A Voz do Mar», in Espaço do Invisível 5, Lisboa, Bertrand, 1999, pp. 83-84

Da minha língua vê-se o mar - Antologia - Ciberdúvidas da Língua Portuguesa. (2021). Retrieved 1 May 2021, from https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/outros/antologia/da-minha-lingua-ve-se-o-mar/2425

Dia da língua portuguesa | O cinema e a palavra

 

5 de maio | #DiaDaLínguaPortuguesa


Sugestões de filmes para ver-debater na escola, a partir da Plataforma de Filmes do PNC e, no caso do último título, da RTP Play.




Como a Camilo está inscrita no projeto do Plano Nacional de Cinema (PNC), o acesso aos filmes é gratuito.