terça-feira, 28 de abril de 2015

Dia Internacional do Jazz

 
 
Cidadania
 
 
  
30 de abril, Dia Internacional do Jazz


 
 
 

Mensagem da Diretora Geral da UNESCO
 
     Em tempos de mudança e incerteza, precisamos, mais do que nunca, do espírito do jazz para manter as pessoas unidas - particularmente os jovens -, alimentar a liberdade e o diálogo e criar novas pontes de respeito e compreensão, para uma maior tolerância e cooperação.
 
 

 
 
 
 
No dia 30 de abril, o programa "Jazz a dois", da Antena 2, irá celebrar o Dia Internacional do Jazz,
com o convidado João Moreira dos Santos 
 
 
 
 
 
 
Herbie Hancock, no Discurso de abertura do Global Concert,
no Dia internacional do jazz de 2013
 
 
 
International Jazz Day: Round Midnigh , com Roberta Gambarini e Earl Klugh
 
 

segunda-feira, 27 de abril de 2015

Referencial de aprendizagens | Aprender com a biblioteca escolar






 
 
"A sociedade atual passa por transformações com um grande impacto na forma como acedemos à informação e ao conhecimento, como aprendemos, comunicamos e nos integramos socialmente.
 
Estas transformações, relacionadas com a revolução tecnológica e digital, refletem‑se na escola, à qual se exige o desenvolvimento nos alunos de um conjunto de literacias essenciais à aprendizagem e ao sucesso educativo, que incluem não só as competências básicas de leitura, matemática ou ciências, como outras, de que são exemplo as competências da informação, digitais e dos média. A natureza destas literacias, presentes em todas as áreas e ambientes de aprendizagem, faz do seu desenvolvimento uma responsabilidade da escola e de todos os professores, sendo a biblioteca escolar um recurso privilegiado para o seu exercício. [...]

Tratando‑se de um recurso que se revela fundamental face aos desafios da sociedade atual, pelas condições de espaço e acolhimento, equidade no acesso à informação e possibilidades de aprendizagem que potencia, é hoje impensável idealizar a escola sem biblioteca escolar.
 
Nas últimas décadas, com a introdução e desenvolvimento das TIC, as bibliotecas escolares viram a sua intervenção e papel reforçados. As tecnologias e a Internet vieram introduzir novas oportunidades de acesso à informação e redefinir as existentes, substituindo condições e modelos de uso e produção do conhecimento. Introduziram ainda novos desafios formativos e pedagógicos a que a escola tem que responder e que decorrem do alargamento das literacias inerentes à aprendizagem e à vida no contexto da Sociedade do Conhecimento."
 
Introdução, in Aprender com a Biblioteca Escolar
PORTUGAL. Ministério da Educação e Ciência. Gabinete da Rede Bibliotecas Escolares. Portal RBE: Aprender com a biblioteca escolar [Em linha]. Lisboa: RBE, atual. 20-11-2012. [Consult. 03-07-2015] Disponível em WWW: <URL: http://www.rbe.mec.pt/np4/referencial .HTML>
 
 


 Sessão de (In)Formação na Camilo 


http://www.rbe.mec.pt/np4/np4/?newsId=681&fileName=Aprender_com_a_biblioteca_escolar.pdf
Fazer duplo clique sobre a imagem para aceder ao documento

 

Sessão orientada pela Dra. Rosário Caldeira, Coordenadora Interconcelhia da RBE 

 

Data / Hora: 29 de abril de 2015 | 15h 00m

 

Local: Sala 6 | Escola Secundária Camilo Castelo Branco, Vila Real

 

Público-alvo: Corpo docente da escola

domingo, 26 de abril de 2015

Blimunda 35





Blimunda# 35 lembra:

Gunter Grass, Manoel de Oliveira, Galeano, François Maspero e Herberto Hélder 



abril 2015


Neste mês de abril, as perdas impõem-se e é preciso falar delas. O editorial da revista é dedicado a esses finais que são começos, como afirmou uma vez Eduardo Galeano, um dos grandes que partiu nos últimos dias e que nos deixará muitas saudades. Nas Leituras do Mês, Gunter Grass, Manoel de Oliveira, Galeano, François Maspero e Herberto Hélder são recordados, publicando-se também deste último um conjunto de poemas escolhidos por Manuel Gusmão, Gustavo Rubim, Rita Taborda Duarte, Manuel Frias Martins e Manuel Alberto Valente.
Mas há muito mais nesta edição 35 da revista. Blimunda esteve no Festival Rota das Letras, em Macau, e trouxe de lá uma conversa com Murong Xuecun, que nos conta como é ser um escritor na China dos dias de hoje. Viajou também até Aveiro para acompanhar a The Child and Book Conference, este ano dedicado à análise de temas fracturantes neste género literário.
Em Lisboa, vemos e ouvimos a 13ª edição da Festa do Jazz do São Luiz, num dossier que inclui uma entrevista com o músico Carlos Martins, diretor artístico da Festa, e um texto do músico Matt Pavolka que, em 2008 atuou no São Luiz apresentando um tema composto a partir da última frase do primeiro capítulo de Ensaio sobre a Cegueira.
A propósito do centenário da revista Orpheu, esse acontecimento marcante para a arte e para a literatura do século XX, a Blimunda reproduz algumas páginas do número 3 da publicação, que nunca chegou a ser impresso.
Recupera também um texto de Pilar del Río, escrito no ano 2000, que fala sobre o modo como Sebastião Salgado vê e retrata o mundo.
Por fim, mas não menos importante, a secção Saramaguiana publica as palavras de Ondjaki e Adriana Lisboa ditas em Washington no mês passado, no tributo a José Saramago, integrado no Festival Iberian Suite.

sexta-feira, 24 de abril de 2015

Dia Mundial do Livro | Tertúlias com jovens escritores I







Tertúlia com Bruno Rodrigues

Dia 23 de abril | Átrio da Escola | 10h 05m

Moderador: Dr. António Alves, da Livraria Traga-Mundos



  

Autor: Bruno B. M. Rodrigues
Título: A árvore
Editora: Poesia Fã Clube
Data de publicação: 2013
ISBN: 978-989-720-360-2



Bruno Moreira Batista Rodrigues tem 26 anos, é natural de Sobral da Adiça no Alentejo. Estudou na Escola Secundária de Moura e está a terminar a Licenciatura em Línguas e Relações Empresariais na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro / UTAD.

Escreve poesia num dos seus blogues desde 2010. Em 2011, venceu o Concurso Arte Escrita, baseado na coleção ‘A Guerra aos Porcos’ do pintor amarantino, Fernando Barros, e organizado pela UTAD, com o poema “porquificação”. Em 2013, participou no concurso organizado pela editora Poesia Fã Clube, pertencente à Corpos Editora, com uma seleção de 50 poemas, tendo ganho o 1º prémio. A publicação do livro de poemas A árvore é o corolário da participação neste concurso.
  No dia 23 de abril, Bruno Rodrigues foi o jovem escritor convidado para uma tertúlia com os alunos do 10º ano, Turmas A e B, moderada pelo Dr. António Alves, da Livraria Traga-Mundos.

Os alunos estiveram acompanhados pelos respetivos professores: Paula Fortuna, de Espanhol, e Isabel Eiró, de Inglês.









Dia Mundial do Livro | Tertúlias com jovens escritores II





Tertúlia com João Pedro Baptista

Dia 23 de abril | Átrio da Escola | 15h

Moderador: Dr. António Alves João Baptista



Autor: João Pedro Baptista
Título: O Jardim dos Enganos
Editora: Poesia Fã Clube
Data de Publicação: 2015
´
João Pedro Baptista tem 22 anos. É natural de Vale de Prados, Macedo de Cavaleiros.
Frequenta o 3º ano da Licenciatura em Línguas, Literaturas e Culturas na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro / UTAD.
O gosto pela escrita poética nasceu cedo, aos 16 anos. O jardim dos Enganos nasce da participação num concurso promovido pela editora Poesia Fã Clube, com poemas que, há muito, tinha organizado e que acabaram por ser selecionados para publicação.


No dia 23 de abril, o João Pedro Baptista foi o jovem escritor convidado para uma tertúlia com os alunos do 11º B, que estiveram acompanhados pela professora de Português da turma, Isabel Monteiro. 





 






Dia Mundial do Livro | Montra de livros da Traga-Mundos


 
  
 
Feira do Livro
 
 
dia 23 de abril | átrio da escola | das 9h às 17h 30m
 
 
 
 
 



 
 

quinta-feira, 23 de abril de 2015

Ler, Ler mais, ler melhor

 

 
 
 
                                                                                                               Entrevista de Teresa Calçada
                                                                             Emitido na RTPn - Dia Mundial do Livro 2008 (23/04/2008 )


A leitura é uma arte performativa: aprende-se a fazer, fazendo; aprende-se a ler, lendo.

Nas bibliotecas escolares queremos mais sucesso, mais leitores, melhores leitores, que sejam mais competentes. Acima de tudo procura-se melhorar o ensino, aumentar os hábitos de leitura, melhorar as competências leitoras.

Teresa Calçada foi Coordenadora da Rede de Bibliotecas Escolares até 2014.

quarta-feira, 22 de abril de 2015

7 Ideias para celebrar o livro






 1 - Acede a UNESDOC e faz o download gratuito de um dos muitos livros publicados nos últimos 70 anos pela UNESCO.

 2 - Partilha a tua paixão por um autor(a) e oferece um livro dele(a) a alguém.

3 - Aproveita este dia para descobrires algo diferente daquilo que estás habituado(a) a ler.

4 - Escreve num livro a mensagem “Feliz dia do livro!”, coloca-lhe um marcador de livros - o
bookmark da UNESCO que aqui apresentamos, por exemplo - e deixa-o num banco da escola, de um jardim ou de um outro local público.

5 - Oferece livros que já não utilizes a associações de solidariedade social.

6 - Imprime os materiais de campanha da UNESCO e organiza uma venda de livros.

 7 - Planeia eventos locais de leitura, em escolas e bibliotecas, e encoraja o envolvimento de convidados famosos na leitura de textos.


Dia Mundial do Livro | Programa ESCCBVR'15



 
Celebração do Dia Mundial do Livro na ESCCBVR





Para celebrar o Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor, a Biblioteca preparou um conjunto de atividades / iniciativas, em articulação com a Livraria Traga-Mundos, com a qual mantem uma parceria,  e com os professores e alunos envolvidos em atividades de leitura em diferentes espaços da escola.
O PROGRAMA é o seguinte:
9h45m | escadaria de acesso à Biblioteca
Prémio: Top+ da Leitura: entrega do prémio aos leitores mais assíduos da Biblioteca (alunos e professores)
Das 9h30 às 1730m | átrio da escola
- Feira do Livro (banca de livros da Livraria Targa-Mundos)
Às 10h e às 15h | átrio da escola
 - Tertúlias com jovens escritores: com Bruno Rodrigues, às 10h, e com João Pedro Baptista, às 15h . Moderação a cargo do Dr. António Alberto Alves (Traga Mundos)
À tarde| salas de aula do 3º Ciclo
 - Ler contigo (4ª edição) - Alunas do 10º E irão ler para os alunos mais novos, do 3º Ciclo
Ao longo do dia | salas de aula do Ensino Secundário
- Dar voz às palavras - Alunos do 12º ano, professores e pais /Encarregados de Edução irão ler para os alunos do Ensino Secundário, em contexto de Sala de aula.  


Celebrar o Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor







© UNESCO

 
O Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor é comemorado, desde 1996 e por decisão da UNESCO, a 23 de abril. Trata-se de uma data simbólica para a literatura, já que, segundo os vários calendários, neste dia desapareceram importantes escritores como Cervantes e Shakespeare, entre outros. A ideia da comemoração teve origem na Catalunha: a 23 de abril, dia de São Jorge, uma rosa é oferecida a quem comprar um livro. Mais recentemente, a troca de uma rosa por um livro tornou-se uma tradição em vários países do mundo.
 



Dia Mundial do Livro 2015. A imagem é da autoria do atelier Silvadesigners



Evento anual, celebrado em todo o mundo, este dia é destinado a promover a leitura e os aspetos culturais do livro. Cria-se assim uma oportunidade para a reflexão sobre as melhores formas de disseminar a cultura da palavra escrita e de garantir a todos o acesso a ela, através de programas de literacia,  de recursos educativos abertos e do apoio à publicação, a livrarias, a bibliotecas e escolas. 





Mensagem da Diretora Geral da UNESCO, por ocasião do Dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor:
"O dia Mundial do Livro e dos Direitos de Autor é uma oportunidade de reconhecer o poder dos livros de mudarem a nossa vida para melhor, de apoiar os livros e aqueles que os produzem.

 Símbolos globais do progresso social, os livros (para aprender e ler) tornaram-se o alvo daqueles que denigrem a cultura e a educação, que rejeitam o diálogo e a tolerância. Nos últimos meses assistimos a ataques a crianças em escolas e à destruição pública de livros pelo fogo. Neste contexto, o nosso dever é claro – devemos duplicar os esforços para promover o livro, a caneta, o computador, e todas as formas de leitura e de escrita, de modo a lutar contra a iliteracia e a pobreza, a construir sociedades sustentáveis, a fortalecer os alicerces da paz."






quinta-feira, 16 de abril de 2015

Museu do Douro, um espaço a visitar


 

Enquanto os alunos realizavam a prova escrita da fase de seleção distrital do Concurso Nacional de Leitura, na Escola Secundária João de Araújo Correia, do Peso da Régua, os professores acompanhantes foram convidados a visitar o Museu do Douro, “Local por excelência de acolhimento e representação da memória, cultura e identidade da região vinhateira - Douro Património da Humanidade” e espaço com uma excelente localização, em frente ao Douro.
 
 


Foto da publicação do Museu do Douro
 
 
 
Fotos: Adelaide Jordão




 

Concurso Nacional de Leitura (2ª fase) | Peso da Régua






 
Realizou-se ontem, na Escola Secundária João de Araújo Correia, do Peso da Régua, a prova de seleção distrital do CNL, promovido pelo Plano Nacional de Leitura. 

 
O evento, que constitui um ponto de encontro entre jovens estudantes em torno da festa do livro e da leitura, contou com a participação de 96 alunos (57 do 3º Ciclo e 39 do Ensino Secundário) oriundos de 12 concelhos do distrito de Vila Real, em representação de 20 Agrupamentos / Escolas não agrupadas.
 
 

 
 
A nossa escola esteve representada por André Cipriano Sousa, Raquel Santos Borges e Verónica Isabel Alves, do Secundário, e por Ana Beatriz Lopes Pires, Inês Costa e Maria Milagros Bustos, do 3º Ciclo (foto seguinte, da esquerda para a direita).
 
 
 



Júri da prova de seleção distrital
Foto: Adelaide Jordão


Os dois grandes vencedores desta prova de seleção foram, no 3º Ciclo, Diogo Luís Ribeiro Pinto Macedo, da Escola Básica e Secundária Prof. António da Natividade, de Mesão Frio,  e, no Secundário, Vanessa Bermudez Vogensen, da Escola Básica e Secundária Fernão de Magalhães, de Chaves. Estes alunos irão representar o distrito de Vila Real na prova final nacional, a realizar no próximo mês de junho, em dia a anunciar, nas instalações da RTP, em Lisboa.


Foto da publicação do Município do Peso da Régua
 
 
Atuação do grupo Dance Kids (foto da publicação do Município do Peso da Régua)
 

Atuação do grupo Dance Kids (Foto: Adelaide Jordão)
 

 
 A organização desta fase distrital do Concurso Nacional de Leitura esteve a cargo da Câmara Municipal do Peso da Régua, em parceria com o Plano Nacional da Leitura, a Direção Geral do Livro, Arquivos e Bibliotecas, a Rede de Bibliotecas Escolares, a Rede Nacional de Bibliotecas Públicas e a Rádio e Televisão de Portugal.
 
A iniciativa contou com o apoio do Agrupamento de Escolas João de Araújo Correia, Escola Profissional da Régua, Museu do Douro e Porto Editora.